O mais e o menos contra

Hugo Motta e Leonardo Picciani, que disputarão em breve a liderança do PMDB na Câmara, se dizem contrários ao impeachment de Dilma.

Motta, no entanto, disse à Veja que seguirá a vontade da maioria da bancada. Quanto a Picciani, repete que não vê motivos para o impeachment.

Picciani é o cego que não quer ver.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200