'Nem passa pela cabeça' expulsar Bolsonaro, diz Bivar

Luciano Bivar afirmou a Andréia Sadi que “nem passa pela cabeça” expulsar Jair Bolsonaro do PSL.

“Eu acho que seria uma violência e é muito ruim para o país. Isso nem passa pela cabeça porque ele é o presidente, é meu presidente, é seu presidente. Eu acho que tem que se ter um respeito à liturgia, por mais terrível que seja.”

E mais:

“O partido hoje ficou maior que eu, muito maior. Se no passado eu tinha uma influência, agora eu não tenho, você tem uma bancada inteira que tem que decidir, há um colegiado. Como o próprio presidente também ouve muito seus conselheiros. O presidente talvez possa até dizer “o partido sou eu”, eu não posso dizer. Já não é meu, eu não tenho nenhum sentimento de Luiz XIV. O partido é daquele sentimento, daqueles deputados que hoje são convencionais do partido. Então, para te falar isso, que há essa possibilidade, tem que passar, pelo menos por mim, por essa bancada.”

Comentários

  • Presidente-XVII -

    E será extinto se Jair Bolsonaro sair, pois ele arrastará 99% do partido a nível federal, estadual, e municipal, junto dele. É o xeque-mate do Bolsonaro.

  • Presidente-XVII -

    Roseane, essa e fácil. Jair Bolsonaro é o capital político do partido. Sem Jair Bolsonaro, o PSL teria sido extinto.

  • Presidente-XVII -

    Sem Jair Bolsonaro, o PSL desaba como um castelo de cartas numa ventania. Pra onde JB for, dos 100% dos integrantes do atual PSL, ele leva 99%, a nível federal, estadual, e municipal.

Ler 38 comentários