ACESSE

"Nenhum parlamentar comete suicídio político"

Telegram

O mandato de Jair Bolsonaro “está a perigo”, segundo Denis Rosenfield.

“Seu risco aumenta ainda mais se sua erosão continuar se propagando pela opinião pública, atingindo até mesmo a sua rede de apoiadores. Muitos se sentem já abandonados, acionando, neles também, o modo sobrevivência. Se até pessoas próximas do presidente, como o ex-policial Fabrício Queiroz, são presas, o que podem esperar os demais? Se apoiadores importantes sofrem mandados de busca e apreensão ou quebras de sigilo bancário, onde fica a tão apregoada proteção presidencial ou de seu clã familiar? E se esses vierem a ser ainda mais atingidos? Até o modo sobrevivência naufragaria, pois o próprio apoio do Centrão tampouco é incondicional e perene, depende das circunstâncias. Nenhum partido ou parlamentar comete suicídio político.”

Leia mais: Ebook sobre Sergio Moro: saiba como ganhar o seu. Clique aqui

Comentários

  • Cirval -

    Se alguém surgisse de Marte por estes dias jamais acreditaria que os principais auxiliares do presidente aloprado seriam os militares. O silêncio dos militares é fúnebre. Luto pelo mortos da Covid-19?

  • Alberto -

    Esse sistema presidencialista é um fracasso. Getúlio Vargas, se suicidou, Jânio Quadros, renunciou, Golpe militar, Collor, impeachment, Dilma impeachment. FHC toma lá da cá, Lula mensalão e Petrolão,

  • Marcelo -

    Vai sonhando.... PT achou que era invencível.... a verdade vai cuidar e esclarecer que é JB e a filhocracia

Ler 105 comentários