Ninguém espera nada do PMDB

Só o impeachment pode evitar o desastre da economia brasileira.

Mas ele está cada vez mais distante.

O PMDB, hoje, fará um encontro. Ninguém espera nada dele.

Diz a Folha de S. Paulo:

“Até outro dia, um pesadelo perturbava o sono de Dilma Rousseff. Em 15 de novembro, o PMDB faria um grande congresso para proclamar o rompimento com o governo e o apoio à abertura de um processo de impeachment.

O roteiro, traçado por aliados do vice Michel Temer, tem pouco a ver com o que acontecerá nesta terça em Brasília. O evento não será um congresso e não marcará uma ruptura. No que depender de alguns peemedebistas, não será nem grande”.

Faça o primeiro comentário