'Ninguém pode sair a chafurdar a vida de quem quer que seja', diz líder do governo sobre decisão de Toffoli

Fernando Bezerra Coelho (MDB), líder do governo no Senado, defendeu a decisão de Dias Toffoli de suspender processos e investigações abertas com base em dados da Receita ou do Coaf.

Para o emedebista, a decisão atende ao “bom direito” e cria uma baliza importante para a ação dos órgãos de investigação que não atende apenas a Flávio Bolsonaro.

“A decisão hoje tomada pelo presidente do STF coloca freios. Ninguém pode sair a chafurdar a vida de quem quer que seja, de qualquer cidadão brasileiro, se não tiver autorização judicial para isso. É um freio para a busca da legalidade dos atos que são praticados em qualquer tipo de investigação.”

Comentários

  • Silvando -

    Se não roubar não precisa ter medo, pode me olhar a vontade

  • Colombo -

    Quem é este homem para falar isto.

  • Leandro -

    Pois é. Agora só o seu zé da padaria, o joão da feira, o toinho barbeiro, a maria manicure, o Alfredo dentista que podem ser fiscalizados pela receita. Né verdade?! Quem mexe com milhoes não.

Ler 131 comentários