Nise teve cargo no Ministério da Saúde no governo Lula

Ex-ministros negaram participação de Yamaguchi no combate ao H1N1
Nise teve cargo no Ministério da Saúde no governo Lula
Reprodução/TV Senado/YouTube

Em sua fala inicial na CPI da Covid, Nise Yamaguchi disse que colaborou com o governo Lula, nas gestões de José Gomes Temporão e de Alexandre Padilha no Ministério da Saúde.

“Então, quando eu fui representante do gabinete do Ministro da Saúde, do José Gomes Temporão, e depois do Alexandre Padilha, em São Paulo, nós tivemos alguns desafios enormes, um deles foi a crise do H1N1”, disse a médica nesta terça (1º), à CPI da Covid.

“Na ocasião, eu fiz parte da criação do Comitê de Crise, em que o David Uip, inclusive, foi convidado. Nós pegamos o Tamiflu, que tinha sido usado na gripe aviária, e disponibilizamos através do Exército para o Brasil inteiro para ser usado nos três primeiros dias de infecção para que, mesmo não existindo nada em bula, ele pudesse ser utilizado e saneasse aquele momento tão grave”, acrescentou Yamaguchi.

Os ex-ministros da Saúde José Gomes Temporão e Alexandre Padilha negaram a O Antagonista as afirmações de Nise Yamaguchi de que fez parte da criação de um comitê de crise para enfrentar a pandemia de H1N1 (‘gripe suína’), que estourou em 2009.

Temporão foi ministro da Saúde durante o segundo governo Lula (2007-2010), e Padilha chefiou a pasta no primeiro governo Dilma (2011-2014).

Temporão afirmou a O Antagonista, sobre Nise: “Ela nunca teve qualquer tipo de participação técnica ou científica durante a pandemia do H1N1 ou diretamente relacionada com o combate àquela doença”.

Em nota, a a assessoria de imprensa do hoje deputado federal Padilha afirmou: “No período em que ocupou este cargo, sua [de Yamaguchi] atuação era restrita ao assessoramento de dirigentes do Ministério da Saúde em sua especialidade, não tendo nenhuma atividade relacionada com controle de doenças infecciosas ou incorporação de novos tratamentos ao SUS. É um absurdo a tentativa de usar essa experiência para defender ilegalidades no enfrentamento à Covid-19, que deve ser investigada pela CPI da Pandemia”.

Nise Yamaguchi foi nomeada assistente do gabinete do ministro Temporão em julho de 2009. Em dezembro de 2011, foi exonerada por Padilha.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
TOPO