Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

No ato de filiação de Pacheco, PSD elege JK como "o grande timoneiro"

Com a chegada do presidente do Senado ao partido, os três senadores de Minas Gerais passam a ser da sigla de Gilberto Kassab
No ato de filiação de Pacheco, PSD elege JK como “o grande timoneiro”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O líder do PSD no Senado, Nelsinho Trad, também discursou no evento de filiação de Rodrigo Pacheco (foto) ao partido, que ocorre nesta manhã no Memorial JK, em Brasília.

“Não estamos nesta seara para brigar com ninguém, para falar mal de ninguém, porque temos muita coisa boa para falar de nós mesmos”, disse.

Assim como outros que discursaram, Nelsinho exaltou o mineiro Juscelino Kubitschek.

“Queremos o caminho da pacificação e do diálogo. Queremos nos inspirar nos ensinamentos que JK deixou para todos nós. Que JK possa ser o nosso grande timoneiro.”

Com a filiação de Pacheco, os três senadores de Minas Gerais passam a ser do PSD — os outros dois são Antonio Anastasia e Carlos Viana.

Anastasia, no evento, perguntou:

“Quem será que, no futuro próximo, levará os ideias de Juscelino Kubitschek à Presidência da República, para devolver a pacificação, o equilíbrio, o desenvolvimento e o emprego aos brasileiros? Essa pergunta está em nossas mentes.”

Mais notícias
TOPO