No hall dos indecisos (8)

A apresentadora de TV, ex-estilista e deputada Brunny Gomes, do PR de Minas Gerais, ainda não sabe o que fazer na votação do impeachment.

Ela chegou ao Congresso com o apoio do marido, o deputado estadual Hélio Gomes (PSD), dono de rede de postos de combustíveis.

Brunny provocou alvoroço na internet quando um vídeo dela dançando funk vazou. Em entrevista a O Globo quando assumiu o mandato, polemizou ao dizer ser fã de bolsas Chanel, mas “como lida com pessoas humildes, não dá para ficar ostentando”.

A assessoria de Brunny disse a O Antagonista que ela está muito ocupada em reuniões. Entre uma e outra, porém, ela certamente pode ler recados de vocês ajudando-a a decidir o voto: dep.brunny@camara.leg.br

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Agora em Vitoria / ES tem uns 600 Golpistas do MST em frente ao Palácio Anchieta dando apoio ao PT… Detalhe… tem um Hyundai/Tucson a disposição deles… essas zelites golpistas.

Ler mais 11 comentários
  1. Agora em Vitoria / ES tem uns 600 Golpistas do MST em frente ao Palácio Anchieta dando apoio ao PT… Detalhe… tem um Hyundai/Tucson a disposição deles… essas zelites golpistas.

  2. Deixem que entram também os cidadãos que estão sendo barrados. Só o MST entrou nas ala da comissão. O povo também quer entrar. Se tiver algum antagonista aí veja se é possível fazer algo. Descarados petistas!!!!!

  3. Tomara a Deus, e Ele seguramente quer, que o Impeachment passe de vez e acabe com essa agonia e sofrimento do povo brasileiro, frente à impunidade, à corrupção, a malversação do dinheiro público, ao desemprego record, à quebra de empresas record, etc etc