No hall dos indecisos (7)

O deputado Júlio César, do PSD do Piauí, decidiu ficar em Brasília neste fim de semana para ler o relatório de Jovair Arantes e decidir como votará no impeachment.

A assessoria do parlamentar, presidente da Bancada do Nordeste, avisou a O Antagonista que a tendência de Júlio é votar pelo impeachment, apesar da pressão do partido de Kassab.

Nas últimas eleições, o deputado votou em Aécio.

Vamos ajudá-lo a decidir: dep.juliocesar@camara.leg.br

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 15 comentários
  1. Eduardo 1 hora atrás Tenho dias perguntas simples e diretas: ….O Senado vota e por maioria simples decide que o impeachment vai para votação final. Aí, na votação final é preciso 1/3 do Senado para decretar o impeachment…” Precisa de 50%+1 para por o Impeachment para votar e 2/3 para aprovar em outras palavrar precisa de 54 a favor do impeachment no senado. Mas o senado dificilmente vai ir contra o que a Câmara decidir.

  2. O Antagonista , vamos começar uma pressao na frente do Congresso. Cade o movimento vem pra Rua? Vamos gente !!! Vamos comerçar pelo impeachment!! Vamos TACAR ovos, banana , tomate nesse Congresso. Passa os nomes desses cachorros do PP , vamos colocar o MURO DA VERGONHA EM BRASILIA

  3. Tenho dias perguntas simples e diretas: Aprovado impeachment pela Câmara, o processo segue para o Senado. O Senado vota e por maioria simples decide que o impeachment vai para votação final. Aí, na votação final é preciso 1/3 do Senado para decretar o impeachment. São 81 Senadores e o PT teria 27 hoje votando contra, sem contar indecisos. Essa é a nossa atual realidade?

  4. Estamos muito apreensivos. A quadrilha não vai desistir e a nossa resistência parece fraca nos últimos dias. Dizem até que grupelhos contra o impeachment vão impedir que brasileiros a favor estejam no congresso no dia da votação.