Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"No mínimo crime de falso testemunho"

Para Randolfe, o encontro de Pazuello com intermediários para compra da Coronavac comprova falso testemunho do ex-ministro à CPI
“No mínimo crime de falso testemunho”
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Vice-presidente da CPI da Covid, o senador Randolfe Rodrigues afirmou neste sábado que Eduardo Pazuello cometeu crime de falso testemunho em seu depoimento à comissão.

Ficamos estupefatos com o vídeo do senhor Eduardo Pazuello recebendo um intermediário da vacina Coronavac, com o Brasil já tendo iniciado a vacinação com o Instituto Butantan. Mais de 3 mil mortos por dia e o ministro da Saúde esteve recebendo intermediários que não tinham vacina”, afirmou em entrevista à GloboNews.

No mínimo no falso testemunho à CPI está clara a caracterização penal do ministro.” 

Segundo reportagem da Folha, Pazuello negociou a compra da Coronavac com uma intermediária pelo triplo do preço oferecido pelo Instituto Butantan.

Em seu depoimento à CPI, ao tentar justificar por que não atendeu os representantes da Pfizer, o ministro afirmou que não se reunia com empresas.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO