No Pará, o clã Barbalho volta ao governo

O Datafolha também projetou a vitória de Helder Barbalho, do MDB, ex-ministro de Dilma Rousseff e Michel Temer, na disputa pelo governo do Pará.

Helder teve o apoio de uma coligação de 17 partidos, incluindo o PSL de Jair Bolsonaro, e o apoio do PT no segundo turno contra Márcio Miranda, do DEM.

Em janeiro, assumirá o cargo já ocupado pelo seu pai, o senador reeleito Jader Barbalho, ao longo de dois mandatos (1983 a 1987 e 1991 a 1994).

Bolsonaro presidente: você precisa entender o que isso significa. Leia AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler comentários
  1. Noely disse:

    Estado refllexo dos bandidos Barbalhos, vão terminar de afundar o estado!!

  2. CésarB disse:

    Vamos rezar para o Estado do Pará, ninguém merece.....! Q os homens de bem de lá façam algo!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. PAULO disse:

    Pc. Cada Pará tem o Barbalho que merece.

  4. Antonio disse:

    Êta povinho que gosta de sofrer, os "coroné" Barbalho escravizam-nos há décadas, um dos estados mais ricos em recursos naturais que só é lembrado pela miséria e violência no campo.

  5. RENATO disse:

    nao sabem votar ou nao tem em quem votar, precisamos de uma faxina geral nos gov estaduais