Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

No rastro de Lira

No rastro de Lira
Reprodução/TV Câmara/YouTube

Arthur Lira, que independe de Jair Bolsonaro, conta com um bando azeitado para continuar mandando em seu território, como mostrou a reportagem de capa da Crusoé:

“A exemplo do ex-presidente Eduardo Cunha, Lira cultiva uma tropa de choque – uma espécie de bancada informal que chama de sua. Além de Hugo Motta, são expoentes dessa turma Fernando Monteiro, do Progressistas de Pernambuco, e Hildo Rocha, do MDB maranhense. Há também operadores sem mandato. É o caso dos ex-deputados Márcio Junqueira, ex-Progressistas e hoje no PROS, e de João Pizzolatti, investigado por participação no petrolão. Do mesmo partido de Lira, Pizzolatti ficou conhecido por ser um dos mais fiéis aliados de José Janene, um dos baluartes do mensalão petista morto em 2010. Na Câmara, o que se diz é que ambos estão para Lira como o ex-deputado do MDB Rodrigo Rocha Loures estava para o ex-presidente Michel Temer. Afastado do cargo em 2017, pelo STF, no rastro do caso Joesley Batista, Loures foi filmado saindo de uma pizzaria em São Paulo, com uma mala com 500 mil reais em dinheiro.”

Assine a Crusoé, que abre todas as malas, e leia a reportagem completa aqui.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....