No Rolex for you!

Luiz Fux negou o pedido de José Carlos Novelli, conselheiro afastado do Tribunal de Contas de MT, para que seus relógios apreendidos numa operação da PF fossem devolvidos, registra a Época.

As marcas dos relógios apreendidos: Rolex, Cartier, H.Stern e Raymond Weil.

Segundo o ministro do STF, Novelli não conseguiu comprovar que a aquisição dos bens foi feita com recursos legais.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. E qual será a origem do dinheiro que paga os honorários milionários dos advogados dos políticos delinquentes?
    Será que algum juiz, desembargador ou ministro tem o interesse em saber?

Ler mais 12 comentários
  1. E qual será a origem do dinheiro que paga os honorários milionários dos advogados dos políticos delinquentes?
    Será que algum juiz, desembargador ou ministro tem o interesse em saber?

  2. Malvadão esse Fux. Imaginem se eu for preso e apreendidas minhas coleções de chapinha e de maços de cigarro. Só de pensar em não tê-las de volta para poder revender e arrecadar milhões, me dá arrepios!

  3. Com Temer acabou porralouquice.

    .

    Parou a lavagem-cerebral televisiva do marketing petista.

    .
    Com Temer — muito conservador em termos de comportamento e família, se comparado com Dilma — melhorou todos os setores.
    Até cinema pudemos criticar em massa o estilo petista
    que vem imperando a dezenas de anos!

    Com Temer, culturalmente, melhorou e muito.

    Até o Enem (conteúdo ideológico e forma) ainda
    vai melhorar mais ainda!
Esse ano foi a 1ª prova!
—
    E, também, deixou o Brasil de ser tão barangão
    como era na gestão Lula ou Dilma
    (ambos veneram tudo que é cafonice): o PT é Kitsch.

    ^
    Acabou aquela CAFONICE enorme de “PÁTRIA EDUCADORA”.
    [Êta frase, slogan, bregona]

  4. Atire a primeira pedra quem fica guardando ad eternum as notas fiscais dos bens materiais adquiridos ao longo de toda a vida; sejam relógios, televisões, fogões, jóias, roupas ou pedras preciosas.