No sofá de Hollywood

Ana Paula Henkel, na Crusoé:

“O Brasil vai ao Oscar. Mas não é com Pelé, Sergio Moro ou com uma brilhante produção mostrando os detalhes da nossa política que, dificilmente, seria tão bem imaginada até pelos melhores roteiristas de Hollywood. A força-tarefa que mudou o Brasil e revelou ao mundo os profundos esquemas de corrupção no país, que mostrou que o império da lei é possível colocando políticos poderosos e seus empresários de estimação na prisão, não pisará no tapete vermelho do evento que já foi conhecido como a cerimônia para premiar bons filmes e documentários.

O Brasil que vai ao Oscar é o Brasil socialista que veste Armani e anda de limousine, mas que não mostra o verdadeiro Brasil de Lula e Dilma de mensalões e petrolões, de forte recessão econômica, das empreiteiras corruptas e prostituídas, do dinheiro na cueca, do assalto de um partido às instituições brasileiras, da pilhagem bilionária dos cofres públicos, das verdadeiras fortunas ‘emprestadas’ a ditaduras companheiras, de 60 mil assassinatos por ano, de feitiçarias econômicas como empréstimos sem lastro, do aparelhamento do estado por militantes cleptomaníacos e, principalmente, das fraudes contábeis e fiscais protagonizadas pelo governo petista. O roteiro real de terror em que o país quase morreu no final não será mostrado para os gringos.”

Lava Jato coloca a lupa sobre os negócios de Lulinha, que agora é alvo preferencial das investigações. CONFIRA

Leia o artigo completo:

No sofá de Hollywood

Comentários

  • Goreba -

    É a esquerdalha dominando "roliúde"!!! A verdade prevalecerá e o tal "documentário" irá para o LIXO, se Deus assim desejar!!!

  • RAUL -

    Parabéns, Ana Paula, mulher corajosa e inteligente.

  • Marcia -

    e os fanáticos pelos quadrilheiros dizem que a pornochanchada pode levar Moro à cadeia. Essa gente deve ter bebido água contaminada do RJ.

Ler 28 comentários