Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

No Twitter, Barroso cita fascismo e posta música sobre carta

Em nova indireta a Jair Bolsonaro, presidente do TSE lembra frase do escritor italiano Primo Levi e música de Waldick Soriano
No Twitter, Barroso cita fascismo e posta música sobre carta
Foto: Abdias Pinheiro/ASCOM/TSE

Luís Roberto Barroso usou mais uma vez suas “dicas da semana” no Twitter, publicadas às sextas-feiras, para mandar indiretas a Jair Bolsonaro, que ontem (quinta-feira, 9) voltou a atacar o presidente do TSE em sua live nas redes sociais.

Nesta sexta (10), a dica de livro do ministro do STF foi “Minhas Histórias dos Outros”, do jornalista Zuenir Ventura. O pensamento, do escritor italiano e sobrevivente do Holocausto Primo Levi (1919-1987), foi “cada época tem o seu próprio fascismo”.

E a música foi “Paixão de um Homem”, também conhecida como “A Carta”, do cantor Waldick Soriano (1933-2008), cujos versos melodramáticos dizem:

“Amigo, por favor, leve essa carta/ E entregue àquela ingrata/ E diga como eu estou/ Com os olhos rasos d’àgua/ E o coração cheio de mágoa/ Estou morrendo de amor”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO