ACESSE

No Twitter, suspeito criticava Lava Jato e pedia 'Lula livre'

Telegram

Preso hoje pela Polícia Federal na Operação Spoofing, Walter Delgatti Neto, filiado ao DEM, se tornou bem ativo no Twitter a partir de 27 de maio, dias antes da primeira matéria do Verdevaldo.

Há várias postagens relacionadas ao Intercept, além de posts pedindo ‘Lula livre’ e críticas à Lava Jato, ao governo Bolsonaro e ataques a O Antagonista.

Delgatti mantém fixado em seu perfil um tuíte com discurso recente de Gilmar Mendes contra a criação do fundo privado com recursos recuperados da Petrobras.

Na ocasião, o ministro disse que a “fundação de Deltan Dallagnol era um fundo eleitoral”. “Gente desqualificada, gentalha, não tem condições de integrar o Ministério Público.”

O último post de Delgatti é sobre o ataque ao ministro Paulo Guedes. Ao dar RT numa matéria do site Brasil247, ele escreveu: “Aí vem coisa hein kkk.”

EXCLUSIVO — TOFFOLI: A DECISÃO... E A COINCIDÊNCIA

Comentários

  • Uirá -

    A seita do molusko é fantástica, os caras conseguiram transformar Gilmar Mendes em guerreiro do povo brasileiro. Que coisa pode ser mais surreal do que Lula e GM juntos defendendo a justiça?

  • Fátima -

    Bandidos se inspiram em seus iguais.

  • Oswaldo -

    Onde você viu que ele é bolsominion? Ele é só mais um i-dio-ta defensor do Lula Livre e contra a lava-jato.

Ler 248 comentários