Noronha libera aditivos contratuais de concessionária investigada no Paraná

Noronha libera aditivos contratuais de concessionária investigada no Paraná
Arte: O Antagonista

Na última sexta-feira, véspera do Carnaval, o ministro João Otávio de Noronha deferiu pedido da Econorte e liberou o pagamento de aditivos contratuais que estão sendo investigados pelo Ministério Público Federal no Paraná.

Estes aditivos, dentre outros pontos, garantiram à concessionária ganhos de mais de R$ 300 milhões de forma ilegal pela instalação de uma nova praça de pedágio em um trecho que sequer fazia parte da concessão.

Tudo feito na base do pagamento de propina ao esquema do ex-governador Beto Richa, conforme confessaram o ex-diretor do DER/PR que assinou os aditivos e o próprio ex-presidente da concessionária.

Para Noronha, a suspensão dos aditivos afetaria “a prestação do serviço público, com repercussão direta em sua continuidade e em prejuízo da população que necessita”.

O Congresso mostra seus dentes: o governo Bolsonaro vai levar a mordida? SAIBA MAIS
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO