Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

“Nós merecíamos um pedido desculpas”, diz pai de jovem que morreu de Covid

Durante depoimento à CPI da Covid, taxista Márcio Antônio Silva afirmou que sua dor não é “mimimi”; comissão realizou hoje sessão com parentes de vítimas
“Nós merecíamos um pedido desculpas”, diz pai de jovem que morreu de Covid
Foto: Pedro França/Agência Senado

Durante a audiência pública de hoje da CPI da Covid, o taxista Márcio Antônio Silva (foto), cujo filho de 25 anos morreu após contrair o novo coronavírus, afirmou que todos os familiares de vítimas deveriam receber um pedido de desculpas de Jair Bolsonaro.

A comissão realizou hoje uma audiência pública com representantes de vítimas do novo coronavírus ao longo da pandemia.

“Nós merecíamos um pedido de desculpas da maior autoridade do país. E não é questão política. Nós estamos falando de vidas”, disse o taxista aos senadores.

“Quando vemos um presidente da República imitando uma pessoa com falta de ar, isso para nós é muito doloroso. Se ele tivesse ideia o mal que ele faz para nação, além de todo o mal que já fez, ele não faria isso”, declarou o taxista.

“A minha dor não é ‘mimimi’. Não é, não é. Dói para caramba mesmo. Dói, dói. Entendeu? Então, não aceito que ninguém aceite isso como normal. Não é normal, não é normal, não é. Sabe, não é normal! Essa dor não é ‘mimimi’… Não importa que meu filho tenha 25 anos, isso não é relevante; não importa que a mãe dela tenha 80: são vidas, são pessoas que a gente ama, como todos aqui amam”, afirmou Silva.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....