"Nós queremos emplacar uma hashtag nos trending topics do Twitter, #LulaZord"

A propaganda ilegal dos candidatos petistas nas redes sociais foi detalhada em e-mails para os chamados influenciadores.

A Folha de S. Paulo obteve uma cópia dessas mensagens.

Diz a reportagem:

“No dia 14 de agosto, veio o alerta de que a pauta seria ‘um pouco diferente’. ‘Nós queremos emplacar uma hashtag nos trending topics do Twitter durante a tarde, #LulaZord’.

A ideia era levar aos assuntos mais relevantes do Twitter o registro da chapa petista à Presidência da República, com Lula (PT), Fernando Haddad (PT) e Manuela D’Ávila (PCdoB).”

E mais:

“‘O que é que o Lindbergh tem?’. ‘Queremos um conteúdo leve e bem-humorado que apresente o candidato como a melhor opção para senador no Rio de Janeiro’. Era obrigatório o uso da hashtag #LindbergSenador.”

E mais:

“Em 23 de agosto, a pauta enviada pela jornalista da Follow é ‘repercutir o vídeo que esclarece a decisão do Supremo Tribunal Federal que absolveu em 19 de junho a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) da acusação de corrupção e lavagem de dinheiro em um dos processos da Operação Lava Jato’.

‘Orientamos o uso das palavras Gleisi, inocente e absolvida'”.

Comentários

  • Amadeu -

    Vira a página: Bolsonaro foi eleito.

  • Sueli -

    Cadê a justiça? Cadê o TSE? Ah claro, não vai dar em nada. Afinal não é o Bolsonaro.

  • Ryu -

    Cassem os mandatos e prendam TODOS os envolvidos imediatamente!

Ler 89 comentários