ACESSE

"Nós valorizamos o Parlamento brasileiro", diz Bolsonaro

Telegram

Na apresentação da campanha da Previdência, Jair Bolsonaro voltou a defender a liberdade de imprensa e tratou com deferência o Congresso Nacional – alvo das manifestações do dia 26.

“Nós valorizamos, sim, o parlamento brasileiro, que vai ser quem vai dar a palavra final nessa questão da Previdência, tão rejeitada ao longo dos últimos anos”, afirmou.

Bolsonaro aproveitou para agradecer a Rodrigo Maia e David Alcolumbre, que, segundo ele, têm demonstrado apoio à proposta de Paulo Guedes. “Em conversas que temos tido, são unânimes em dizer da necessidade de aprovarmos essa Previdência.”

O presidente disse também que só não recebe mais parlamentares por “falta de agenda”, mas que gostaria de fazê-lo. E que espera que a Nova Previdência saia do Congresso “com o menor número possível de emendas”.

“O time que formamos, junto com parlamentares, tem essa preocupação.”

Desidratar a Previdência e impedir a reeleição de Bolsonaro: o plano do Centrão. SAIBA TUDO

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 67 comentários