Nota de Jacob Barata Filho

Em nota, o empresário Jacob Barata Filho, denunciado hoje por corrupção ativa, por suposto pagamento de propina ao perito judicial Charles Fonseca William, negou as acusações.

“A defesa de Jacob Barata Filho nega os fatos imputados na denúncia e esclarece que o empresário sequer conhece o perito judicial citado pelo Ministério Público Federal”, diz a nota.

Dono de empresas de ônibus ex-dirigente da Fetranspor, Barata Filho teria, segundo a denúncia, contribuído com R$ 27,7 milhões para uma “caixinha da propina”, destinada ao pagamento de agentes públicos no Rio.

Charles William levou R$ 4,9 milhões para emitir pareceres contábeis fraudados que favoreciam as empresas em demandas judiciais.

01 de Jair Bolsonaro sem blindagem. CONFIRA
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários
TOPO