Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Nota de Ricardo Flores

Ricardo Flores, ex-presidente da Previ denunciado por gestão temerária, enviou ao O Antagonista nota em que repudia menção ao seu nome na delação de Antonio Palocci.

Leia abaixo:

“Já apresentei às autoridades competentes, por iniciativa própria, há mais de um ano, provas documentais que atestam a falsidade e leviandade dessas acusações do ex-ministro.
A denúncia do MPF divulgada hoje tem como base suposta gestão temerária imputada a mim e a outros ex-dirigentes da Previ, sem qualquer menção a recebimento de propina. Afirmo que não houve quaisquer ilícitos ou irregularidades na Previ sob a minha gestão. A atual direção da Previ, em nota também divulgada hoje, após o conhecimento da denúncia, garantiu que nenhuma irregularidade foi encontrada após auditoria interna no projeto.
O investimento no Fip Sondas foi aprovado em decisão colegiada da Previ, amparado em consistentes pareceres técnicos. É importante ressaltar que a prudência e o zelo da Previ nessas análises já haviam sido reconhecidos no Relatório Final da CPI dos Fundos de Pensão e em relatório conjunto da própria operação Greenfield com a Polícia Federal, ambos públicos e disponíveis na Internet. Deixei a função de presidente da Previ em maio de 2012. Lamento o entendimento equivocado do Ministério Público Federal e permaneço à disposição das autoridades para todos os esclarecimentos que se fizerem necessários”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO