ACESSE

Nota do Grupo RBS

Telegram

A assessoria de imprensa do Grupo RBS enviou a O Antagonista a seguinte nota sobre a nova denúncia do MPF decorrente da Operação Zelotes:

O Grupo RBS reafirma que todos os honorários advocatícios relacionados a sua defesa em processo no Carf iniciado em 2000 e concluído após 11 anos foram, como sempre, devidamente contabilizados e informados às autoridades competentes. A RBS jamais celebrou qualquer tipo de contrato nem manteve qualquer vínculo profissional de espécie alguma com a empresa N&P Planalto Soluções e Negócios, pessoas a ela vinculadas ou com o ministro do TCU Augusto Nardes. Observa ainda que o deputado Afonso Motta deixou a empresa em 2009 para concorrer a uma carreira política.

Em respeito ao público e seus colaboradores, a RBS afirma que mantem todos os impostos em dia e que agiu e age com absoluta lisura em todos os seus procedimentos tributários.
Além disso, a RBS reitera sua permanente disposição para colaborar na elucidação de qualquer questionamento pelas autoridades legais.

Prepare-se para combater esse “velho Brasil”. Saiba mais AQUI

Comentários

  • João -

    A família dona da RBS está pondo a venda da empresa, já se desfizeram da RBS de Santa Catarina e agora estão atrás de grana para pagar a multa do CARF, devem ter dólares em algum paraíso fisc

  • Sérgio -

    Aconselho a corruptores e corruptos a se adiantarem e fazerem um acordo de "delação premiada" !!! Nestes casos, as penalidades são bem mais suaves !!!

  • wagner -

    Pessoal do RS parem de consumir o conteúdo destes canalhas.

Ler 30 comentários