NOVA AGU MOSTRA AS GARRAS

Grace Mendonça exonerou ontem Rodrigo Becker do cargo de procurador-geral da União.

Becker foi o responsável pelo ajuizamento das ações de improbidade contra a OAS, a Queiroz Galvão e empresas consorciadas, com pedido de restituição de R$ 12 bilhões.

As ações foram ajuizadas em maio na Justiça Federal do Paraná e provocaram o primeiro abalo na relação de Fabio Medina com Eliseu Padilha.

Faça o primeiro comentário