A “nova fórmula” de Bolsonaro

Onyx Lorenzoni disse a Andréia Sadi que Jair Bolsonaro não vai distribuir cargos em troca de apoio no Congresso Nacional:

“Nas conversas, juntamente com o presidente, vamos mostrar e apresentar como vai ser daqui para frente – diferentemente do que aconteceu nas últimas três décadas, o toma lá, dá cá. Estamos criando uma nova forma de relacionamento, inventando uma fórmula, que não tem cargos”.

Ele explicou como vai funcionar a “nova fórmula” de governo, que recusa o velho fisiologismo lulista:

“Foi esta prática que trouxe o Brasil para o momento que ele está hoje. Não vai ter cargos, estamos conversando com as bancadas. Os líderes gostaram. Vamos cuidar dos parlamentares, eles serão respeitados. Terão atendimento criterioso nos programas do governo federal, a construção da parceria se dará previamente, a cada circunstância. Parlamentares serão convidados a serem padrinhos de projetos estruturantes, por exemplo, de estradas nos seus estados.”

Os generais acompanham as primeiras ações do futuro governo — e não aprovam tudo... LEIA AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 36 comentários
  1. Nao entendi porque Lorenzoni esta explicando isso, se todo mundo ja sabe que BOLSONARO e que afirmou isso em toda a sua campanha! Parece ate que isso e uma decisao dele do ministro mas nao e!

  2. …bem, projetos estruturantes ? humm….nome novo pra coisa velha??…parlamentar “padrinho??? estaremos de olho ……….Onix……..não votamos no Bolsonaro pra se ter a mesma palhaçada.

  3. Só abrir os votos já ajuda muito. Voto secreto mata a democracia, e faz os ratos terem lugar onde se esconder de suas falcatruas. Aí depois de vermos seus votos, vamos pra cima com tudo, derruba el

  4. Vão ter que lidar com porcos. Mas têm apresentado estratégias muito boas. Negociações em outro nível com os políticos. Muitos verão suas releições garantidas assim e apoiarão.

    1. É, isso provavelmente vai implodir o sistema atual de caciquismo partidário!!! Explica-se então porque o presidente gattuno do PR está tão “revoltadinho”!!!

  5. Um presidente sem rabo preso fica fácil não comprar ninguém, né Temer? Parece sonho, até os próprios políticos fisiológicos notarão que é melhor para todos, quem sabe sintam até orgulho pat

  6. Está claro que este assunto foi um dos motivos pelo qual o povo votou em Bolsonaro – o fim do suborno para parlamentar votar pelo bem do país. Se eles não o fizerem, cabe à nação cobrar, e prote

  7. Melhor assim. Muitas vezes, mais do que dinheiro, políticos gostam de prestígio, e de garantir mais um mandato. Logo, esse tipo de governabilidade expulsa o fisiologismo, e atrai apoio.

  8. Diga aos parlamentares que eles serão os padrinhos políticos das obras e não engenheiros que vão se envolver com as empreiteiras. Se Moro investigar cada obra do início ao fim, isto funciona.

  9. sim, não podemos perder essa oportunidade, é início de século e um bom resultado pode repercutir sobre décadas ……. tomara que o maduro continue na venezuela, para marcar o contra ponto ……

    1. tipo o ovo morales da bolivia …………… vai pra sexta ou sétima reeleição ….. tão gostando, vida que segue