Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Nova promotora de inquérito eleitoral contra Flávio pedirá diligências à PF

Miriam Chor assumiu a investigação em lugar da colega Carmen Eliza Bastos de Carvalho, madrinha de casamento da advogada do senador
Nova promotora de inquérito eleitoral contra Flávio pedirá diligências à PF
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A promotora Miriam Tayah Chor, que assumiu o inquérito que investiga suposto crime de falsidade ideológica eleitoral de Flávio Bolsonaro, vai requerer novas diligências à Polícia Federal, informa O Globo.

Por determinação do juiz Flávio Itabaiana, responsável pelo caso como titular da 204ª Zona Eleitoral, as peças do inquérito foram submetidas à análise da promotora, que assumiu a investigação há duas semanas.

Miriam assumiu a investigação em lugar da colega Carmen Eliza Bastos de Carvalho, madrinha de casamento da advogada do senador e filho 01 de Jair Bolsonaro, que abriu mão de atuar no inquérito.

O inquérito apura se Flávio cometeu os crimes de falsidade ideológica eleitoral quando declarou seus bens em 2014, na campanha para deputado estadual. Em 2014, o senador informou que um apartamento que possui em Laranjeiras valia R$ 565 mil; em 2016, esse valor foi reduzido para R$ 423 mil.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO