Novo diretor da PF era o responsável pelo inquérito de bolso de Humberto Martins

Novo diretor da PF era o responsável pelo inquérito de bolso de Humberto Martins
Foto: Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Gustavo Maiurino, era o delegado responsável por conduzir as diligências do inquérito aberto de ofício por Humberto Martins contra ex-integrantes da Lava Jato.

A escolha de Maiurino se deu porque ele era o chefe da segurança institucional do STJ e Martins alega que o inquérito é para “autodefesa” do tribunal.

Como O Antagonista mostrou ontem, a nomeação de Maiurino pode dar novo fôlego às investigações, caso o Supremo autorize seu prosseguimento.

Na semana passada, Rosa Weber suspendeu o inquérito liminarmente a pedido da defesa dos procuradores e enviou a decisão de mérito para análise da Primeira Turma. O MPF considera as investigações inconstitucionais, pois ignoram o Ministério Público e são baseadas em provas ilícitas.

Martins usou mensagens hackeadas da Lava Jato para investigar diálogos dos procuradores, inclusive sobre a delação de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, que chegou a acusar o atual presidente do STJ de receber propina para arquivar um caso da empreiteira.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO