Novo líder da bancada evangélica vai propor mandato de um ano

O deputado Silas Câmara (PRB), recém-eleito presidente da frente parlamentar evangélica, quer mudar o estatuto para que a liderança da bancada seja alterada todo ano — atualmente, o mandato é de dois anos –, sem possibilidade de reeleição na mesma legislatura.

É uma tentativa de apaziguar os ânimos do grupo depois que, pela primeira vez, houve uma forte disputa entre partidos e igrejas e o clima esquentou antes da escolha do presidente.

“Essa mudança no estatuto será importante para oxigenar a liderança. Havia muita ansiedade em torno de quem fosse presidir a frente. Agora, nosso sentimento é de paz. Eu não sou de grupo nenhum e vou provar isso na composição da diretoria da frente. Estamos em uma paz absoluta.”

Só um seletíssimo grupo de brasileiros conhece as forças que moldam o destino do nosso país. CONFIRA AGORA

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Massaaki disse:

    Deveriam acabar com a possibilidade de reeleição sucessiva para qualquer cargo. Ora, desde o Presidente da República até os da Câmara, Senado, Deputado, senador, governador etc.

Ler comentários
  1. Marcelo disse:

    Bancadas temáticas e nada são a mesma coisa, sendo ainda pior quando o tema não é terreno, do tipo "Deus é o caminho e eles o pedágio".

  2. Tony disse:

    Se de dois em dois anos já é uma zona, imagine anualmente.

  3. Petronilo disse:

    O menino, criancinha, não vai dar pra nada, mas fala pra cacete. Bota para ser político ou camelô. Se for crente, bota pra ser pastor.

  4. Roberto disse:

    "O mercado acima de tudo, e os Bancos acima de todos!" "Conhecereis a previdência dos Bancos, e ela vos empobrecerá!"