ACESSE

Novo ministro da Educação demite assessores de Weintraub ligados a ala ideológica

Telegram

Milton Ribeiro exonerou nesta segunda-feira, 27, quatro dos cinco assessores especiais do ex-titular da MEC Abraham Weintraub, identificados com a chamada “ala ideológica” do bolsonarismo, registra o Estadão.

Foram exonerados Auro Hadana Tanaka, Eduardo André de Brito Celino, Sérgio Sant’Ana e Victor Sarfatis Metta e mantido um auxiliar militar de Weintraub, o coronel Paulo Roberto Costa e Silva.

Os cinco cargos da assessoria especial são ligados diretamente ao gabinete do ministro da Educação e costumam ser ocupados por pessoas de confiança do titular da pasta. Seus substitutos ainda não foram nomeados.

Segundo o jornal paulistano, pessoas ligadas ao grupo de servidores demitidos alegam que a mudança era esperada, já que os cargos são de confiança. Na verdade, Bolsonaro, na sua versão paz e amor, instruiu o novo ministro a abrir diálogo com a sociedade.

Ribeiro está em São Paulo, recuperando-se de Covid-19, e ainda não teve tempo de conversar com seus secretários, de acordo com integrantes do ministério.

Leia mais: Exclusivo: o ‘exílio’ de Weintraub

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 10 comentários