O jogo virou. Lewandowski acompanha Toffoli no caso Pimentel: 4 a 3

Ricardo Lewandowski acompanha a divergência aberta por Dias Toffoli.

Marco Aurélio voltou atrás e também vota para proteger Fernando Pimentel.

Ajustando o placar, então: 4 a 3 pela não necessidade de autorização da Assembleia Legislativa para abertura de processo contra o governador.

Faltam votar, hoje, Celso de Mello e Cármen Lúcia.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200