NOVO PRESIDENTE DO SESI FOI DENUNCIADO POR CORRUPÇÃO

Telegram

João Henrique de Almeida Sousa substituiu Gilberto Carvalho na presidência do conselho nacional do Sesi. Foi ótimo ver o seminarista exonerado, mas Henrique não é bem um exemplo de moralidade.

Em 2005, ele foi denunciado pelo MPF por corrupção passiva no “escândalo Marinho”, que deu origem ao mensalão. No mesmo caso, foram denunciados Roberto Jefferson, Maurício Marinho e outros funcionários que integraram o esquema de propinas para o PTB.

A denúncia acabou ficando de lado, pois o STF ainda discutia na ocasião a responsabilização de agentes públicos por crime de improbidade administrativa.

Quando o Supremo decidiu a favor da responsabilização, o caso voltou para as mãos do juiz Ricardo Leite, da 10a. Vara Federal, o mesmo que foi criticado pelo MPF por atrapalhar as investigações da Operação Zelotes.

Está lá em alguma gaveta.

Comentários

  • Competência -

    Precisamos de um Estado enxuto e competente. Que saiba recolher bem os tributos e que saiba comprar e contratar bem. Sem nó em pingo dagua, OK, Sr Moreira. Sem dificultar pra vender facilidade, ok? Gente competente e honesta sabe como faz isso. Ocorre que o governo tem muita dificuldade de planejar bem, de saber o que quer e como quer. Os técnicos do governo que contratam nunca trabalharam em uma obra. Ficam na mão dos agentes do mercado e dos cartéis, quando não tem má fé. Aceitam tudo o que dizem. Os agentes do mercado são vorazes, passam mesmo a perna na rapaziada concursada.

  • Será? -

    Foi esse o critério que o prefeito do Rio, Eduardo Pães, usou pra fazer a ciclovia da barra que caiu? Pergunto pois Moreira Franco é do Rio também. Podem ter frequentado a mesma escola política.

  • Ei, -

    Menor complexidade é um mau critério para escolha de projeto de infraestrutura. Deveria ser o de maior necessidade. Ajustado o investimento ao orçamento disponivel. O que traz maior benefício, de maior valor agregado. Já sabem do que precisamos em ordem de prioridade? Quando custa cada um? E quanto temos de orçamento disponível? Se não sabem , não me venha falar em complexidade.

Ler 41 comentários