ACESSE

Novo PSDB x Velho PSDB

Telegram

A atual direção do PSDB e nomes históricos do partido, como o senador José Serra e FHC, são contra a guinada conservadora proposta por João Doria e Bruno Araújo, e também contra o embarque na administração federal, registra o Estadão.

Em entrevista à revista Veja, lembra o jornal, FHC declarou que, “se o PSDB virar uma sublegenda do governo, qualquer governo, estou fora”.

Entre aliados de Doria, acredita-se que o embate de gerações será inevitável.

“Não pedimos para ninguém sair, mas a sintonia com a vontade da sociedade vai delinear quem fica e quem sai do partido. O novo PSDB que eu, Bruno Araújo e Doria defendemos é um partido atualizado com a sociedade. Essa ala que resiste a isso precisa entender que o mundo mudou”, afirmou o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, que deve integrar a próxima executiva nacional.

Doria, que defende que o PSDB não seja mais um partido “de centro-esquerda” (como na fundação), conta com o apoio dos demais governadores tucanos e da maioria do partido para eleger Bruno Araújo presidente em maio.

Para barrar o avanço de Doria, o grupo de Alckmin pretende lançar o senador Cássio Cunha Lima (PB), já que a primeira opção, o senador Antonio Anastasia (MG), declinou.

Favorito de Doria para presidência do PSDB defende guinada conservadora

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 60 comentários