Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Número de multas ambientais na Amazônia cai 93% com Bolsonaro

Sob o comando do ex-ministro Ricardo Salles, foram aplicadas, em média, 44 multas por ano
Número de multas ambientais na Amazônia cai 93% com Bolsonaro
Foto: Carolina Antunes/PR

A média de processos com multas pagas por crimes ambientais nos estados da Amazônia Legal despencou 93% entre 2019 e 2020 na comparação com a média dos quatro anos anteriores, segundo um levantamento do Centro de Sensoriamento Remoto e do Laboratório de Gestão de Serviços Ambientais da UFMG.

A média anual, entre 2014 e 2018, era de 688 processos com multas pagas no Ibama. Em 2019 e 2020, sob o comando do ex-ministro Ricardo Salles, os balanços foram 74 e 13 multas pagas. Isso representa uma média de apenas 44 por ano.

O número de processos relacionados a infrações que envolvem a vegetação julgados em 1ª e 2ª instância também recuou: de 5,3 mil anuais entre 2014 e 2018 para somente 113 julgamentos em 2019 e 17 no ano passado.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO