ACESSE

Número dois do MEC anuncia saída da pasta

Telegram

O secretário-executivo do Ministério da Educação, Antônio Paulo Vogel, confirmou que deixará o cargo quando Milton Ribeiro assumir o comando do MEC.

Vogel afirmou à CNN que participará da transição para “conduzir o MEC sem percalços até o novo ministro”, mas depois vai “partir para outra”. A posse de Ribeiro está marcada para esta quinta (16) no Planalto, com “participação virtual” de Jair Bolsonaro, que está com a Covid-19.

O número dois do MEC vinha atuando como ministro interino desde a saída de Abraham Weintraub, em 18 de junho.

Vogel foi secretário-adjunto de Finanças do petista Fernando Haddad na prefeitura de São Paulo, e sua presença no MEC era malvista pela ala ideológica do governo Bolsonaro.

Leia mais: Paralisia toma conta de áreas do governo responsáveis por ações vitais para o país. Clique para ler mais

Comentários

  • Maria -

    Secretário adjunto de finanças do Maldade.... Hummm!

  • Vilson -

    laranja podre. ideais petistas ,fora

  • Francisco -

    Rei morto, rei posto. Não é proibido errar na administração pública, mais não é ético procurar culpados, ainda mais os que não fazem parte da administração.

Ler 17 comentários