Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Nunca apoiamos medidas restritivas", diz Bolsonaro

Em evento no Paraná, o presidente voltou a criticar a implementação de "passaportes sanitários" contra a Covid por governadores
“Nunca apoiamos medidas restritivas”, diz Bolsonaro
Reprodução/Tv Brasil Gov/YouTube

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar nesta sexta-feira (1) a implementação de “passaportes sanitários” da Covid por governadores. Como mostramos, apesar das críticas do presidente, certificados digitais de vacinação são emitidos desde o começo do ano pelo governo federal.

Em evento em Maringá, Bolsonaro admitiu que seu governo nunca apoiou medidas restritivas e disse que sempre esteve do lado da “liberdade”.

Nunca apoiamos medidas restritivas. Sempre estivemos ao lado de ir e vir, do direito ao trabalho e da liberdade religiosa. […] Não podemos permitir que alguns protótipos de ditadores, em nome da saúde, queiram tirar a liberdade de vocês.”

Nesta quinta (30), conforme publicamos, Luiz Fux derrubou decisão anterior do TJ do Rio e restabeleceu o “passaporte da vacina” exigido por decreto da gestão de Eduardo Paes na capital fluminense.

O presidente afirmou ainda que o Brasil estava “flertando com o comunismo” e comparou seu governo a um milagre.

“Estávamos à beira do socialismo, estávamos flertando com o comunismo, e o milagre aconteceu.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO