“Nunca um ministro do STF defendeu a censura com tamanha indigência”

Telegram

Dias Toffoli assumiu a presidência do STF prometendo “pacificação”, mas sua conduta até o momento foi “incendiária”.

É o que diz Elio Gaspari em sua coluna:

“[Toffoli] conflagrou o tribunal, confrontou-se com a Procuradoria-Geral da República e se tornou um defensor da censura com argumentos conceitualmente desastrosos e factualmente inconsistentes.

Censura à imprensa: a escuridão realmente passou? LEIA AQUI

Como diria Lula, nunca na história deste país um ministro do Supremo Tribunal Federal defendeu a censura com tamanha insistência e indigência. Nem quando o STF sacramentava a censura dos generais, pois os ministros pouco falavam.”

Comentários

  • Abcder -

    É por sua incomPeTência que foi reprovado duas vezes em concurso para JUIZ!

  • ANTONIO -

    Digo: Afago existe, quando não atrapalham os meus sonhos.

  • ROGERIO -

    Gostaria de saber se Crusoé irá processar civilmente os ministros do STF responsáveis pela censura. Cabe indenização por dano moral, a meu ver.

Ler 131 comentários