NYT diz que proteção à Amazônia diminuiu com Bolsonaro

Reportagem publicada neste domingo pelo New York Times, com chamada em destaque no site do jornal americano, diz que a proteção à Amazônia diminuiu e o desmatamento aumentou sob o governo de Jair Bolsonaro.

A publicação se refere ao presidente brasileiro como “líder de extrema-direita” e “populista”.

O NYT cita os dados divulgados recentemente pelo Inpe, questionados pelo presidente. “Bolsonaro rejeitou os novos dados sobre o desmatamento, chamando-os de ‘mentira’ – uma afirmação que os especialistas consideram infundada. Durante uma reunião com jornalistas estrangeiros na semana passada, o presidente classificou a preocupação com a Amazônia como uma forma de ‘psicose ambiental’ e argumentou que seu uso não deve ser para estrangeiros”, diz a reportagem.

“Proteger a Amazônia foi política de governo por mais de 20 anos. Derrubar árvores no ritmo atual pode levar ao desmatamento descontrolado”, diz o jornal.

Nos últimos dias, Bolsonaro criticou duramente o Inpe e chegou a dizer que os dados divulgados pelo órgão atendem a interesses de “ONGs internacionais” e prejudicam a imagem do Brasil no exterior.

Reprodução / NYT

Bolsonaro muda: quem ganha poder no Planalto? (e quem perde) Leia mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 169 comentários
TOPO