O 12 a 1 do PSL no PT

O PSL elegeu 12 deputados federais pelo Rio de Janeiro, reduto eleitoral de Jair Bolsonaro, contra 4 do PSOL, 4 do DEM, 3 do MDB e apenas 1 do PT.

Hélio Fernandes, que utilizou o nome de urna de Hélio Bolsonaro, foi o mais votado, com 345 mil votos, à frente do socialista Marcelo Freixo, eleito com 342 mil votos.

Eis as principais listas de eleitos pelo estado.

PSL (12):

Hélio Bolsonaro, Carlos Jordy, Delegado Antônio Furtado, Luiz Lima, Sargento Gurgel, Major Fabiana, Felício Laterça, Márcio Labre, Lourival Gomes, Chris Tonietto, Professor Joziel e Daniel Silveira.

PSOL (4):

Marcelo Freixo, Talíria Petrone, Glauber Braga e Jean Wyllys.

DEM (4):

Sóstenes, Rodrigo Maia, Pedro Paulo e Juninho do Pneu.

MDB (3):

Daniela do Waguinho, Vinícius Farah e Gutemberg Reis.

PT (1):

Benedita da Silva.

 

Você precisa saber o que escondem de você nesta eleição. Veja AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 21 comentários
  1. Marcio Labre, meu candidato, será um trator pra cima do PSOL, um partido tão ou mais perigoso que o próprio PT, pois corrompem a juventude nas escolas e universidades. Aguardem!

  2. No finalidade apuração o Bolsonaro foi caindo de quase 50 e o pt subindo. Foi assim com a eleição da Diuma. Parece fraude à vista,e depois sem poder recontar votos, como fica? Farsa eleitoral

    1. Na realidade é normal, as urnas em capitais e lugares de fácil acesso chegam primeiro no TRE, ou seja, apurados antes, já cidades do interior as urnas chegam um pouco mais tarde

    1. Verdade, é isso e outra parte é da familia de prisioneiros ue acreditam no desencarceramento apregoado pelo freixo.

  3. 52 Federais é o resultado do tsunami Bolsonaro e a tendencia é de aumento desse número, pois muitos vão querer migrar para o lado vitorioso pós eleição!!! B17, pelo Brasil contra ORCRIM!!!