O almoço de Bolsonaro com o premiê de Israel

Na próxima sexta-feira, Jair Bolsonaro vai almoçar com o primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, no Rio de Janeiro.

Segundo O Globo, o encontro “está marcado para um local inusitado, mas adequado aos tempos atuais: o Forte de Copacabana”.

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 118 comentários
  1. No relacionamento com Israel o Brasil tem tudo para ganhar dividendo Pais respeitado pela Democracia, Tecnologia de ponta em todos setores, inclusive militar Acredito que dar progresso ao Nordeste

  2. Depois de uma PresidAnta quem diria temos um Presidente de verdade sem assassinar a própria gramática, impressionante agora temos representantes com moral e perfil técnico para contrapor toma lá d

    1. É a mídia tendenciosa! Usam a palavra “Forte” com conotação pejorativa para lançar suspeição! É nojento! O Globo também está “adequado aos tempos atuais”!!!

  3. Muito bom. O Brasil tem que ficar perto de quem é livre. Tem que se reaproximar dos EUA, Israel, potências europeias, etc. Não pode ficar preso a tiranias do leste ou oeste do globo.

  4. Bibi, seja muito bem-vindo! Mazal tov! Deus abençoe Israel e nosso Brasil! Deus nos conceda um maravilhoso 2019 prenúncio de um tempo de paz e prosperidade para TODOS NÓS!

    1. Melhor para a Grobu é procurar fazer reportagens de porta de cadeia e sensacionalismo ainda mais barato do que já fazem. Comecem a se virar!

  5. Não tem mesmo, longe dos assaltantes e das balas perdidas, mesmo assim espero que o premiê venha com sua melhor equipe de segurança, terrorismo palestino é fichinha perto da violência no BR

    1. Israel é o berço da fé cristã. O judaísmo é o berço do cristianismo, seja ele católico ou evangélico. É uma religião só, no final.

    2. Renato,Israel é a terra dos judeus onde católicos vivem livres. Quem tem q defender os católicos é o Papa islamo-esquerdista q não denuncia o massacre dos cristãos nos países islâmicos!

    3. E um não ao catolicismo romano também… não repita asneiras que outros dizem. Vc sabe qual a população de católicos em Israel… democracia de araque!! É o governo mundial, babaca!

  6. Israel,uma ilha,cercada por inimigos,quase abandonado p eua.Luta ou morre.Nada espera de ninguém.Boa vontade ou má,oferece alguma coisa em troca.Se o mundo valorizasse isso.Ocidente perdeu o rumo.

  7. O israelense vai nos trazer grana para investimentos e tecnologia de seguranca e agricultura q beneficiarao os pobres.Melhor do q a grana dos arabes q vao so para os ruralistas e frigorificos.

    1. Jair, vc quer q em Israel a maioria da população seja cristã?! Israel é a terra dos judeus! Vc quer ser capacho dos bárbaros muçulmanos, vá morar com eles e leve sua mãe, irmã e filha!

    2. Tá virando capacho de Israel, país onde 2% da população é cristã e jogando no lixo o comércio com os países árabes avaliado em quase US$20 bilhões de dólares. Muito bom…

  8. A turma da Globo ia gostar se fosse um encontro com o Maduro, no sindicato dos metalúrgicos com a diretoria da CUT. Até quando estes comunistas e corruptos vão bater nesta tecla de nota idiota?

  9. A pessoa deve falar na língua natal, com sua capacidade de expressão cultural. Dilma em Búlgaro dadaísta, Obama em Suaíli vigarista, Lula, na língua presa petista, ou prisionês babaquista.

  10. O Brasil deveria ter aproximação com Israel a muito tempo sua colaboração tecno lógica e importante principalmente para a área árida do Brasil, mesmo com pulação pequena tem 1/3 dos prêmios

    1. O Brasil tem que se reaproximar de seus pilares, na cultura judaico-cristã, por ser um país, como o mundo, de maioria cristã (católica e evangélica); no direito romano; e na filosofia grega

    2. EUA: poder duro e brando. Alimento e tecnologia. Brasil: Alimento, influência regional e na África. Israel: O núcleo duro da filosofia e religião ocidental, e UMA promessa: NUNCA MAIS!

  11. Assunto vantajoso na atual situação geopolítica é, inteligência e desenvolvimento de mísseis de médio e longo alcance. Dessalinização do mar p/Nordeste é bobagem, poços artesianos e barrag

    1. Vocês podem agradecer porque irão ter, pelo menos provisóriamente, um destacado corpo de seguranças que , novamente por enquanto, afastarão os maloqueiros e bandidos locais.

    1. A turma do dois tridentes aloprou…. sinagoga do inferno! Não terão primavera católica jamais… Vocês vão para a casa do pai de vcs, não adianta se fingirem de anti-lulas, idiotas!

    1. Sr. Newton, atualize-se: o forte de Copacabana nunca foi quartel, era como diz o nome, um forte, e deixou de sê-lo em 1987. Já vão 31 anos.

  12. pimenta, lindlixo, paulo peixeira, coxa amante, maria loka, zédacueca, vadio demus, berto bosta, véia kakaya – posso informar onde vende Rivotril com bastante desconto no preço. Tomem-le pau

  13. Porque inusitado ? Quem conhece sabe que la existe uma boa gastronomia . Só os idiotas não pereceberam isto. Além do mais , é bem mais seguro que qualquer espelunca frequentada pelo high-society

    1. … o Brasil é um mundo dentro de um país. Somos um país continental, cheio de riquezas inexploradas. Como diz o capitão, “olha o que Israel não tem e é, olha o que o Brasil tem e não é”.

    2. Ninguém até agora falou do visual magnífico do local. Isso só pra quem já entrou lá.🤦‍♂️🤦‍♂️🤦‍♂️

    1. A pessoa deve falar na língua natal. Dilma em Búlgaro dadaísta, Obama em Suaíli vigarista, Lula na língua presa petista, ou prisionês babaquista.

    2. Se fosse a tua Dilma saberiamos q ela tiraria da caixinha o seu dilmez e nos proporcionaria mais 1ano d piadas. Fala sério petralha.

  14. Engenheiros brasileiros tem expertise e projetos para ajudar o Nordeste tanto quanto os de Israel. Mas os governos corruptos não os deram voz. Transposição do S. Francisco foi uma ideia de jumento.

    1. Quanto à idéia de jumento estou de pleno acordo contigo. Quanto a engenheiros, sim temos alguns com bastante conhecimento, mas nunca ao nível do pessoal de Israel.