O Antagonista aposta em Fernando Pimentel

A Folha de S. Paulo publicou hoje à tarde (sem dar crédito a O Antagonista, claro):

“A Andrade Gutierrez, segunda maior empreiteira do país, afirma ter pago despesas com fornecedores da campanha eleitoral de Dilma Rousseff em 2010. O pagamento, ilícito, foi feito por meio de contrato fictício de prestação de serviço.

A revelação foi feita no acordo para a delação premiada de 11 executivos da Andrade, segundo a Folha apurou, e é a primeira citação direta de irregularidade apurada pela Lava Jato que envolve uma campanha da presidente da República.

O fornecedor conhecido até aqui, segundo pessoas que tiveram acesso aos detalhes do acordo no Ministério Público Federal, é a agência de comunicação Pepper – que trabalhou para Dilma em 2010.

O pagamento foi feito, segundo delatores, a pedido direto de um dos coordenadores da campanha do PT”.

O Antagonista publicou nas primeiras horas do dia:

A Andrade Gutierrez delatou a Pepper.

Segundo os executivos da empreiteira, a Pepper os procurou em 2010 pedindo dinheiro sujo para a campanha eleitoral.

E o dinheiro sujo foi pago.

A Pepper, na época, trabalhava para Dilma Rousseff, cuidando de sua propaganda pela internet e pelo telefone celular.

A empresa é ligada a João Santana.

E é mais ligada ainda a Fernando Pimentel e Alexandre Padilha, os dois coordenadores da campanha de Dilma Rousseff.

A Lava Jato tem de se concentrar nesse caso. Ele vai mostrar claramente o caminho do dinheiro sujo das empreiteiras para as campanhas do PT.

Em particular, a de Dilma Rousseff.

E também:

A Andrade Gutierrez, em 2010, contratou a Pepper por 6,28 milhões de reais.

Segundo os executivos da empreiteira, que assinaram um acordo de delação premiada com a Lava Jato, esse dinheiro embutiu gastos da campanha de Dilma Rousseff.

É prova de que ela foi eleita com dinheiro roubado da Petrobras.

Qual foi o coordenador da campanha de Dilma que pediu os pagamentos à Pepper: Fernando Pimentel ou Alexandre Padilha?

O Antagonista aposta em Fernando Pimentel, mineiro como a Andrade Gutierrez.

Faça o primeiro comentário