Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O apetite do Centrão pela área de mobilidade urbana

A secretaria e o departamento responsáveis pelo setor estão sem titular e sob o comando de interinos
O apetite do Centrão pela área de mobilidade urbana
Foto: Alan Santos/PR

Considerada “joia” por políticos em busca de visibilidade, a área de mobilidade urbana do governo federal desencadeou uma disputa entre partidos do Centrão, diz a Crusoé.

A secretaria e o departamento responsáveis pelo setor, vinculados ao Ministério do Desenvolvimento Regional, tocam obras bilionárias de infraestrutura viária, como complexos de viadutos, estações de trens e metrôs. Ambas estão sem titular e sob o comando de interinos.

O Republicanos está de olho na Secretaria Nacional de Mobilidade desde que o advogado Tiago Pontes Queiroz, próximo aos caciques do Progressistas, foi exonerado do comando do órgão na semana passada. Ele é alvo de uma ação de improbidade ao lado do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, por fraudes na compra de medicamentos — Tiago foi diretor de Logística do Ministério da Saúde quando Barros esteve à frente da pasta.

Leia mais aqui. Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO