O ARCO DA PROPINA

A Andrade Gutierrez delatou Sérgio Cabral.

Dois executivos da empreiteira, presos pela Lava Jato, denunciaram encontros no Palácio Guanabara, sede do governo, para tratar da propina de 5% nos contratos de grandes obras.

Em particular, na Eletronuclear, no Maracanã, no Arco Metropoliltano e no PAC Favelas.

A Carioca Engenharia confirmou os acertos.

Maracanã

Arco Metropolitano

PAC Favelas

Faça o primeiro comentário