ACESSE

O arrocho da CUT

Telegram

Acompanhe nossas notícias também pelo Google Notícias.

Acesse nossa página no serviço de notícias do Google e clique em SEGUIR ou no ícone

A CUT, sem o imposto sindical, está no vermelho.

Para pagar as contas, seus dirigentes querem reduzir de 20% a 25% a jornada de trabalho e os salários dos funcionários, diz a Folha de S. Paulo.

Em nota, a CUT disse que todo o movimento sindical atravessa uma crise “patrocinada pelos governos Temer e Bolsonaro”.

Lava Jato coloca a lupa sobre os negócios de Lulinha, que agora é alvo preferencial das investigações. CONFIRA

Comentários

  • Paulo -

    Que está corja de ratos fedorentos morrem de fome. Esta organização criminosa num país digno e decente estaria toda na cadeia.

  • HENRIQUE -

    Redução do horário de trabalho e dos salários? Ué!!!!! Mas não são eles que proíbem isso para todos os outros?

  • Oswaldo -

    Morrrrrreu!!!

Ler 172 comentários