O assopra e morde da dupla Alckmin e Doria

Ontem, o governador Geraldo Alckmin anunciou que congelaria a tarifa básica de ônibus, trem e metrô na Grande São Paulo em R$ 3,80 — um promessa de campanha do prefeito João Doria.

Era verdade. Mas hoje a dupla, digamos, acrescentou a informação: o valor do bilhete integrado de ônibus com metrô ou trem subirá 14,8%. O aumento de R$ 5,92 para R$ 6,80 valerá a partir de 8 de janeiro.

O bilhete único mensal ficará R$ 50 mais caro: saltará de R$ 140 para R$ 190.