Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O autoengano de São Paulo

Para surpresa de ninguém, os índices de isolamento social em São Paulo não registraram mudanças significativas ontem (08/06).

Na capital paulista, o isolamento foi de 48%. Em todo o estado, de 47%.

Enquanto o estado volta a bater o recorde diário de mortes por Covid-19, as autoridades do governo de João Doria insistem em um discurso que beira o autoengano.

“[O isolamento] Não foi o ideal, mas são os patamares que nós vimos nas últimas semanas”, disse a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional, afirmou: “Mesmo neste momento de retomada, a quarentena segue, e a população, de modo geral, tem mantido os níveis de antes deste novo momento”.

A verdade é que o isolamento social é respeitado por menos da metade dos paulistas. E que a tal “retomada consciente”, anunciada pelo estado de forma confusa e desordenada, não colabora em nada com o combate efetivo à epidemia. Ao contrário, só ajuda o vírus.

A propósito: Doria não participou da coletiva de hoje no Palácio dos Bandeirantes. Ele só fala às segundas, quartas e sextas.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO