O BANCO DA PROPINA DE CABRAL

Como mostramos em post anterior, a empresa de transporte de valores Trans-Expert repassou R$ 25,7 milhões à Creações Opção, que simulou contratos de serviço com Sérgio Cabral – usando modelo de contrato de Antonio Palocci…

A Trans-Expert foi alvo, recentemente, da Operação Farejador, suspeita de funcionar como “instituição financeira clandestina”. Ou seja, ela era também usada como uma espécie de banco clandestino.

Na busca realizada na empresa, a PF encontrou “elementos suspeitos que indicam a vinculação da empresa de transporte de valores com o ex-governador Sérgio Cabral”.

“Foram encontradas anotações manuscritas citando Hudson Braga, ex-secretário de Obras de Cabral, cópia da declaração de imposto de renda de Adriana Ancelmo, mulher de Cabral, e cartão de visitas de Paulo Magalhães Pinto, ex-assessor especial de Cabral.”

Alguma dúvida de que a Trans-Expert foi criada por Cabral?

Faça o primeiro comentário