O banco de Toffoli

Telegram

A mesada de 100 mil reais de Dias Toffoli é depositada numa conta do Banco Mercantil do Brasil.

A Crusoé descobriu que, em 2015, a área técnica do banco recomendou que seu movimento fosse despachado para o COAF, mas o caso foi engavetado.

O mesmo banco concedeu um empréstimo de 900 mil reais – com juros camaradas – para o futuro presidente do STF. As parcelas de 13.806 reais representavam quase 75% dos 18 mil reais líquidos que Toffoli recebia oficialmente.

Comentários

  • -

    Os ministros do STF não estão acima da lei. A lei vale para eles também. VERGONHA!

  • Edu -

    Muito bom! Parabéns Antagonistas. O Banco sabia que Toffoli tinha rendimentos maiores e seguros. Mas se Toffoli já tinha rendimentos maiores, por que precisou pegar um empréstimo tão grande? E por que o Banco cobrou juros camaradas e a movimentação suspeita de Toffoli não foi comunicada ao COAF?

  • Marçal -

    Este é nosso STF? BRASILLLLLLL.............................

Ler 101 comentários