O banco dos réus

O pavor de Lula é ser interrogado pelo juiz Sergio Moro.

Ele sabe que, se passar pela mesma cadeira pela qual passaram José Dirceu, Marcelo Odebrecht e João Vaccari Neto, sua carreira estará liquidada.

Josias de Souza disse:

“De mansinho, como quem não quer nada, Sérgio Moro vai encostando a Lava Jato na jugular de Lula. O que parecia impensável vai ganhando contornos de inevitável. Se 10% dos indícios colecionados pela PF se confirmarem, Lula será intimado a prestar esclarecimentos. Primeiro à força-tarefa da Lava Jato. Depois, ao próprio Sérgio Moro. Nessa hora, a conversa fiada do complô de direita e o lero-lero da perseguição política terão pouca serventia. O depoente terá de pular o cercadinho das notas oficiais do Instituto Lula, que tratam qualquer investigação como coisa de estraga-festas infiltrados no aparato estatal e hereges a serviço da mídia golpista”.

Faça o primeiro comentário