O BANQUETE DA PROPINA DE PALOCCI

A Polícia Federal conseguiu recuperar os registros das planilhas “Italiano e Italiano-aço”, nas quais constam 26 pagamentos num total de R$ 31 milhões. Todas as entregas foram feitas em dinheiro vivo, em São Paulo.

Para cada entrega, foi usada uma senha diferente: bolonhesa, tomate, mostarda, salame, mortadela, espaguete, lasanha, canelone etc.

Palocci encheu a barriga de propina.