O Brasil já está em 2018

A popularidade de Joaquim Barbosa, segundo o Ipsos, aumentou 18% de setembro para outubro.

Ele não foi o único que disparou de uma pesquisa para a outra.

Geraldo Alckmin melhorou 17%; Ciro Gomes, 15%; Marina Silva, 14%; Jair Bolsonaro, 13%; João Doria, 8%.

Algo deve ter mudado na coleta de dados da Ipsos, porque um salto desses é inexplicável.

É claro, porém, que os eleitores estão se acostumando à ideia de que, em 2018, terão de escolher entre os candidatos que já estão na disputa.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 24 comentários
  1. O eleitor precisa se lembrar q Joaquim Barbosa protegeu luladrao no processo mensalão. Assim, deu carta branca p q o larapio continuasse a nos roubar, elegesse uma ladra incompetente por 2x (q tb continuou o assalto) e está pronto p voltar e continuar o saque. JBarbosa não tem vergonha na cara O resultado de sua proteção omissão e o q estamos vendo hoje. Petralha Fdp!!

  2. Impressiona a má-fé da notícia! E o Antagonista prestando-se a este serviço imundo! Pudera, são jornalistas e como tais integram, cada um, uma facção criminosa. Quem não ler atentamente a notícia pensará que estes são os números que cada um detém na preferência do eleitor na corrida presidencial. Tomem vergonha na cara seus FDP!!! Viva Ulstra! Viva Pinochet. Viva Olavo de Carvalho!

  3. Ufa, ainda bem ….
    Agora o Lula tem que ser preso para podermos enganar os eleitores e termos chances em 2018.

  4. Ipsos só pode ser instituto de pesquisa da Orcrim,para apresentar estes resultados.Espero que o povo brasileiro tenha mais consciência e não caia nestas armadilhas,inclusive as armadas pelo Antagonista.

  5. Gente, prestem atenção aos dados (qtos comentários “sem noção”). A pesquisa não indica Joaquim Barbosa com 18% (1º lugar); Geraldo Alckmin 17% (2º lugar); Ciro Gomes, 15% (3º lugar;)…e assim por diante. A pesquisa indica o percentual que cada cresceu relativamente a sua popularidade e em relação ao índice que tinha anteriormente. Por exemplo, de Joaquim Barbosa tinha uma popularidade de 15% (não intenção de voto, mas do tanto que cada pessoa entrevistada o conhece), com mais 18%, ele agora tem 17,7

  6. Calma gente estes percentuais é em relação às pesquisa anteriores ou seja um candidato que tinha 10% e aumentou 18% foi para 11.8%

  7. Desculpem, mas acho praticamente impossível candidatos subirem tanto em pouco tempo, fora do período eleitoral, quando estão na mídia em tempo integral.
    Seria um esforço para definir a lista de candidatos, que anda bem fluída?

  8. O único acerto dessa “pesquisa isentona” é colocar Bolsonaro flutando entre o 1º e o segundo lugar no primeiro turno, e como um dos candidatos certos do segundo turno. Com ou sem Lula. De resto, é uma pesquisa que compete com o instituto Datafalha pra ver quem se sai pior perante a análise da população brasileira. Datapoder360 e Paraná Pesquisas vem trazendo número que pelo menos lembram um pouco do que se passa no mundo real.

  9. As “estatísticas” e as “pesquisas” viraram sujeito oculto para manipulação. É honesto colocar a fonte, seja homem!

  10. Seria essa uma pesquisa para combinar com os resultados que estão sendo decididos para a fraude das urnas?

  11. Ex-colunista da Veja, comentarista do ‘Manhattan Connection’ (GloboNews) e criador do blog O Antagonista, Diogo Mainardi teve o nome citado em depoimento do vice-presidente da Odebrecht Energia, Henrique Valladares. O executivo, que não se lembrava do nome do analista político [que foi soprado por um interrogador], afirma que o membro da imprensa estava “reunido na mesma mesa” com o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o empresário Alexandre Accioly. O encontro, segundo o delator, teria ocorrido em restaurante no Rio de Janeiro. A declaração do ex-VP da empreiteira foi divulgada em vídeo no canal do Diário do Poder no YouTube e repercutida pelo site da revista Fórum.

  12. Esta lista fechada de Candidatos abençoada pela ORCRIM mostra Claramente que escolherem BOLSONARO como BONECO de TREINO de BOXE, os eleitores passarão por TESTE de FIDELIDADE severo , fato este totalmente desfavorecível a BOLSONARO devido a VOLATILIDADE dos BRASILEIRA!!!

  13. Se na pesquisa passada eu tivesse 5% dos votos e tivesse disparado um aumento de 20%., eu teria chegado a incríveis 6%. Pelo amor de Deus, demitam quem escreveu esse post.

Os comentários para essa notícia foram encerrados.